top of page

Reiki como Profissão

Atualizado: há 1 dia


O Reikiano pode se tornar um profissional que auxilia aos demais com saúde e bem estar em todos os níveis.


O Reiki é uma terapia energética de origem japonesa usada mundialmente para diversas finalidades. Aprendida inicialmente como uma prática diária de autodesenvolvimento e equilíbrio interior, propiciando expansão de consciência, maior paz interior e resultando em benefícios de forma holística. Sua prática vem se expandido e sendo cada vez mais aceito em variados grupos, "tribos" e redes, como a área médica e veterinária, escolas e universidades, grupos religiosos diversos (pois o Reiki não é atrelado a qualquer religião), entre outros.


Para canalizar o Reiki é necessário passar por uma sintonização e fazer um treinamento. As possibilidades são variadas no mercado de acordo com o tipo de aprofundamento que o praticante de Reiki deseja ter, desde os cursos imersivos, online, presenciais, retiros, até os treinamentos gravados e mais sucintos. As possibilidades são infinitas e de acordo com o interesse e perfil de cada pessoa.


O fato é que hoje o Reiki está sendo cada vez mais aceito e procurado por muitas pessoas que desejam trazer mais bem estar às suas vidas e àqueles que as cercam, o que faz com que os bons profissionais desta área sejam cada vez mais valorizados e requisitados.


Temos o Reiki aceito e praticado no Sistema Único de Saúde - SUS, nos melhores hospitais do Brasil, sendo ensinado em Universidades. A legislação brasileira traz o código fiscal de "Terapeuta Reiki", possibilitando a abertura de sociedade/empresa com esta atividade econômica (CNAE).


E com tantas pessoas e animais precisando de amparo físico, emocional, mental, espiritual, vemos um mercado se abrindo e muitos profissionais iniciando suas transições de carreira, buscando uma atividade em que possam sentir maior propósito ao mesmo tempo em que melhoram a sua qualidade de vida e a dos demais. Temos também aposentados, aqueles que pararam de trabalhar para criar seus filhos, os que pretendem trabalhar meio período... são muitas as opções.


E ao se encantarem com os benefícios do Reiki para suas próprias vidas, como não desejar levar isso para o maior número de pessoas, como o próprio Usui Sensei (criador do método terapêutico Reiki Usui) afirmou 100 anos atrás? Desse modo, a transição de carreira para o Reiki torna-se uma possibilidade de profissão de puro amor ao próximo.


O Praticante de Reiki pode optar por seguir como "Terapeuta Reiki", alguém que atende pessoas e animais em sessões de Reiki individuais ou coletivas e pode seguir se aprofundando ainda mais e decidir também se tornar professor Mestre de Reiki, podendo passar a técnica para outras pessoas.


As sessões de Reiki podem chegar a níveis muito profundos para os terapeutas e para os clientes de Reiki, muitas são repletas de amor e energia de altíssima frequência, podendo ser usadas para questões simples no nível físico (uma dor de cabeça) até manifestações de objetivos, tratamentos de relacionamentos, direcionamento profissional...


Há também os tratamentos de final de vida, em que o Reiki entra como uma terapia integrativa complementar ao tratamento médico e auxilia tanto o cliente de Reiki, como sua família a passar por este momento.


Os cursos de Reiki são um mundo a parte, pois são extremamente "curativos" para os alunos, que aprendem a usar esta energia para todas as atividades da sua vida daqui para a frente, bem como podem passar por uma imersão maravilhosa de reencontro com sua essência e por auto-descobertas maravilhosas. Neste caso, o Reiki se torna um caminho de felicidade e crescimento, o que traz muita satisfação também para o professor.


Com isso, considerando uma transição de carreira efetiva, apresentando-se como um profissional do Reiki, vamos supor que você decida ser terapeuta e ofereça pelo menos 10 sessões por semana, cobrando um valor baixo de R$100 a R$300 por sessão, você receberá de R$4.000 a 12.000 por mês. Caso você decida ser professor Mestre de Reiki, oferecendo um curso por mês com 5 alunos, cobrando de cada aluno de R$500 a R$2.000 pelos Níveis I&II de Reiki, teria ainda o acréscimo de R$2.500 a R$12.500. Portanto seu faturamento mensal pode chegar de R$6.500 a R$24,500 por mês. Esse faturamento é muito maior que a maioria dos profissionais brasileiros recebe. Lembrando que dependendo da sua estrutura e habilidades, seu custo mensal pode ser baixo, gerando alta lucratividade. Tudo vai depender de quem você deseja alcançar como clientes de seu trabalho.


E você pode se perguntar: "Mas Su, como eu vou cobrar isso? Não é muito caro?"


Bem... se você, assim como eu, investiu em cursos fortes e com conteúdo rico, se preparou para fazer os melhores atendimentos e cursos, esses valores são até baixos...


Veja, não estou aqui escrevendo sobre você ter um "bico", mas escrevo sobre ser um PROFISSIONAL do Reiki.


Mas, se mesmo assim, você tiver dificuldades, vou falar algumas coisas para você que podem te ajudar.


Primeiro: como você vê o dinheiro e sua relação com ele? É algo que te incomoda? Você já pensou que o dinheiro é a materialidade da troca no mundo em que vivemos? Já pensou que os aspectos negativos e positivos são o que fazemos com ele? Caso você tenha estas dúvidas, sugiro que você envie Reiki para tratar essas questões internas e tratar suas crenças sobre dinheiro.


Segundo: você acredita que cobrar pelo Reiki é algo errado? Bem, primeiro pense no seu tempo. Você pode não cobrar pelo Reiki, mas sim pela sua disponibilidade, pelo seu conhecimento, pela sua experiência e pelo que você consegue trazer para seus clientes e alunos. Você pode cobrar por toda a sua experiência de vida que você traz para esses momentos extremamente mágicos e especiais que sem você, sem a seu corpo físico nesta dimensão, simplesmente não aconteceriam. E lembre-se, seu tempo tem muito valor! Você tem muito valor! Você se preparou profundamente para isso. Além disso, nesse tempo que você disponibiliza você pode não estar sendo pago por outros trabalhos e você precisa pagar suas contas e a estrutura que te levou a oferecer este serviço terapêutico! Portanto, valorize seu tempo, seu conhecimento e sua experiência. Se ainda for difícil, envie Reiki para que esta situação seja esclarecida em seu interior.


SAIBA QUE este é um lindo caminho profissional, mas que exige dedicação para se alcançar os benefícios que falei.


O seu comprometimento com sua formação, aprofundamento e atuação é muito importante para que isso aconteça e seja algo efetivo. Temos sempre que lembrar que o cliente de Reiki não é sua "cobaia de testes", seja ele humano ou animal. É um ser que tem sua vida e o seu trabalho importará para que ele passe por momentos desafiadores de sua vida.


Claro que o Reiki é uma energia que nunca fará mal, mas devemos lembrar que o Reiki chega ao cliente por meio de um Reikiano e que ele tem responsabilidade em como aborda, fala, trata o cliente e como se prepara para sua atividade. Por isso, sempre ressalto aos meus alunos o quanto é importante nos aprofundarmos no Reiki, seja na sua prática diária consigo mesmo, com os demais, seja em treinamentos, seja em estudos.


Em minha experiência eu vivenciei grandes saltos como profissional em cursos imersivos e profundos. Eles fizeram toda a diferença para a minha formação, além do aprofundamento em literaturas e muita prática, sempre primeiro em mim mesma, depois em sala de aula, seguindo para a família e amigos e depois para meus clientes.


Por este motivo, criei o Centro de Treinamento de Reiki - Felicidade, um local onde os alunos podem treinar, se aprofundar e ter as melhores experiências nas aulas de Reiki.


E sim