• Su Mach'ado

Você conhece o significado do ideograma original do Reiki?


Entender o ideograma original do Reiki, traz muita informação sobre o que vem a ser o Reiki e estudar isso, para mim, é fascinante.


Reiki é uma técnica japonesa de reposição e equilíbrio energético, que promove relaxamento e pode promover curas em muitos níveis, expandindo a consciência. Ele nos conecta com o fluxo da vida.


A palavra Reiki vem do kanji (ideograma) japonês e foi escrita originalmente na forma do kanji que está na imagem deste texto. Ele é um ideograma japonês que foi adaptado da escrita chinesa, pois quando o Reiki foi criado (1922), o Japão não possuía a própria escrita. Os ideogramas de origem chinesa basearam a comunicação escrita no Japão naquele tempo e eles passam a representação (ideia) do que se quer transmitir.


A palavra REIKI é representada pela união de dois Kanji: REI e KI.



Em geral, REI significa “universal”. Esta definição tem sido usada amplamente pelos estudiosos do Reiki, mas há outra definição que vem me chamando bastante atenção. Temos que ter em mente que o kanji é uma ideia passada por uma imagem e pode gerar muitas interpretações.


A primeira parte do Kanji, atinente a REI, é composto de 3 sessões:


A primeira, no topo corresponde a nuvens, o que traz o significado de consciência superior, Deus, entre outros.


A segunda sessão, no meio, composta de três cestos, representam os 3 aspectos do ser humano: corpo, mente e espírito.


A terceira e última sessão, traz a Terra, representando o solo e rochas.


Ao observar este kanji, alguns pesquisadores entenderam que os cestos ao meio significam o praticante de Reiki, que traz à nossa realidade terrena a consciência superior, sendo a ponte entre o céu e a terra, nas palavras de William Lee Rand: “que está localizado entre o céu e a terra a age como uma ponte trazendo a sabedoria, orientação, e curas dos reinos espirituais para as pessoas e seres vivos da terra.” (em “Reiki The Healing Touch”)



Já o segundo ideograma representa o KI (energia vital). KI também é conhecido e interpretado por diversas culturas de formas diversas, ele significa “força vital” ou “energia vital universal”. A ele também chamam Chi (chinês), Prana (sânscrito), entre outros. É a energia que dá vida a todos os seres vivos, enquanto circula por seus corpos. Quando há bloqueios ao fluxo regular dessa energia, doenças podem se instalar em vários níveis. No entanto, quando circulando livremente, é mais difícil se adoecer.


O ideograma original do KI e sua origem traz a ideia de um pote de arroz fervente com uma tampa em cima. Originalmente se associava a ideia de energia vital ao vapor saindo de um pote tampado de arroz cozido. Arroz é o alimento mais essencial na China e não menos importante no Japão.


Por este motivo, na segunda parte do ideograma temos a representação do KI como um pote de arroz tampado emanando vapor. Ele é formado por uma cruz que emana linhas (o arroz no pote). O pote é representado pela linha da direita que é conectada ao topo do arroz. A tampa são as duas linhas acima do pote. As linhas superiores deste ideograma também podem ser interpretadas como nuvens, que correspondem à agua transformada espiritualmente e que se eleva aos céus.


Portanto, temos algo abstrato (vapor) que é separado do mundo físico e segue para os céus. O que é físico pertence à terra e o que é espiritual é parte dos céus.


Esta forma de escrita do KI é notadamente algo espiritual, na forma do ciclo da água, que emana da terra como vapor, transformando-se em nuvens, e ao se transformar em água retorna para a terra, nutrindo-a. Há muitas interpretações possíveis para o ideograma KI, mas gosto especialmente da seguinte: “Ao se adicionar uma grande quantidade de energia à matéria, os componentes divinos/espirituais nela contidos são fortalecidos.” (Walter Luebeck, em “Spirit of Reiki”).


KI, como energia de vida, é utilizado a mais de 4.000 anos em diversas formas, nomes, representações e tipos de KI. Tipos diferentes de KI são apresentados por muitas culturas e técnicas: Prana, Chi, Ki, Orgone… todas expressões da energia vital, de formas diversas.

Portanto, Reiki pode ser interpretado como tipo de KI, mas a energia vital guiada por uma consciência espiritual.

Com amor e gratidão,


Su Mach'ado Reiki Master Centro de Treinamento de Reiki - Felicidade Bibliografia: LÜBECK, Walter, PETTER, Frank Arjava e RAND, William Lee - The Spirit of Reiki - Lotus Press RAND, William Lee - Reiki - The Healing Touch - ICRT

101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo